quinta-feira, 20 de maio de 2010

A certas personagens desvanecidas

Nós:
quase um vago
sopro escasso.

E a janela aberta
e uma vela acesa
e uma quase certa
vesga
quase cega
é terna
e mente e cala
(safada!)
no quase mim
o rasgo e a réstia
de ti.

2 comentários:

Deixe suas pegadas por aqui