segunda-feira, 14 de junho de 2010

minha sanha

memória se adivinha
na língua

palavra na retina
me assanha

teu sorriso
minha sina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas pegadas por aqui