quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Exercício 1

Exercício das facas:
com as faces voltadas
para dentro da carne
doar-se
até que a dor conduza o ato,
até que o fato se consuma,
até que a aguda flor se foda
em talo e folha e ruínas.

2 comentários:

  1. Gostei da poesia agressiva,ferida. Gosto disso.

    Beijo
    Neusa

    ResponderExcluir
  2. Eu também, é um exercício sempre a vida! Bjs!

    ResponderExcluir

Deixe suas pegadas por aqui