terça-feira, 3 de maio de 2011

Badaladas d'andaló

meninas

folham e refolham

sob o sol

loiras

desandanças

embaladas danças

badaladas

lançam

olhos flancos pastéis

vê-las entre

pelo incerto

sempre

havê-las

e como que perdê-las

querê-las

incertas

louçãs.

Um comentário:

  1. este lugar é viciante! ñ encontro a porta de saída, acabo sempre ficando mais do que o previsto...

    ResponderExcluir

Deixe suas pegadas por aqui