sábado, 16 de julho de 2011

Paraty para mim


Esta gaivotinha fincou a patinha num vão dessas pedras durante um vôo noturno...
Fui salva. Mas o gavião não.

1
Nas pedras
procuro em vão
as suas

pernas.

2

No varal da noite
meu corpo acoita
moitas e vielas.
Cadelas se lambem

ao nosso compasso.

3 comentários:

  1. As palavras se misturaram com a linda foto,que me fizeram sentir a adorável "Paraty".
    Ione Kadlec

    ResponderExcluir
  2. Olá, Susanna.

    Sempre aguardo ansioso as atualizações por aqui e sempre fico satisfeito, parabéns!

    Abraços!

    ResponderExcluir

Deixe suas pegadas por aqui