sábado, 19 de novembro de 2011

Descoberta do amor

da pedra o cardo
se lança e atreve
se rente no traço
da ponta se ergue
qual flor se desnuda
ao grave da pele

Um comentário:

Deixe suas pegadas por aqui