sábado, 24 de dezembro de 2011

Renovar Dia a Dia Sol a Sol Renovar

Neste poema-tradução de Augusto de Campos mora toda a verdade: mudança, movimento, deslocamento, ousadia. Meu roteiro de vida e de ano novo não me assombra, mas desafia. Põe-me na lâmina fria do que não conheço e tece no corte rente o caminho, ao sabor dos poros que se abrem trêmulos à sede que me toma por seiva, e adentra caule e pistilo. Doar-me toda a esse desejo que me toma é a única via deste vôo.

O Ano Novo não é muito longe daqui

Um comentário:

  1. Roteiro perfeitamente sintonizado com a liberdade q te caracteriza e torna essa pessoa tao fascinante.. feliz 2012 pra vc, bjs!

    ResponderExcluir

Deixe suas pegadas por aqui