segunda-feira, 26 de novembro de 2012

noite calada

Escher e sua magia de formas, direções e sentidos. Dobrei várias esquinas e me surpreendi com um mundo de alternativas. Gaivota ama os desvios e as novas rotas. O vento é leve e a lua nasce de um jeito diferente a cada vez...

noite calada
na dobra da rua
uma lua enjaulada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas pegadas por aqui